Criando sua própria Autoimagem

Por desconhecerem a possibilidade do autoconhecimento, a maioria das pessoas ignora igualmente que é possível reconstruir a sua imagem pessoal. Talvez seja este o seu caso: de se definir a partir daquilo que os outros disseram a seu próprio respeito:
Você é feio
Você é desastrado
Você nunca termina o que começa
Você não tem jeito para matemática
Você nunca vai ser ninguém na vida
Etc, etc, etc…
Ser o construtor de seu próprio destino é ter (1) a capacidade de decretar que acabou o poder do passado sobre sua vida e (2) determinar que não é mais o que os outros disseram, mas o que VOCÊ MESMO diz a seu próprio respeito que determinará a sua história pessoal daqui para frente.
É o que ensino no áudio de hoje:

Áudio em MP3 | Fazer o download
Sucesso e Felicidade Para Você!

Mais sobre Autoimagem:
Autoimagem e Poder Pessoal
Imagem, Moda e Poder Pessoal
O que Pensar de Você Mesmo
Resgatando Sua Autoimagem

TAGS:


6 respostas para “Criando sua própria Autoimagem”

  1. Boa tarde Chris,
    Acabei de ouvir o podcast e me senti muito identificada com ele. Eu luto comigo mesma há muito tempo para melhorar a minha autoimagem, mas não é muito fácil…as minhas raízes são muito grandes ainda, mas estou no caminho, sem dúvida.
    Vc pediu para comentarmos o que ouvíamos quando éramos criança e eu te digo que continuo ouvindo até hoje de meus pais certas afirmações a meu respeito que me travam bastante ainda.
    Eu nasci depois de um aborto espontâneo de minha mãe. Ela ia ganhar um menino e o perdeu com 6 meses de gestação. Depois desse aborto nasci eu, menina. Meu pai é extremamente machista e eu sempre me senti meio com pouca importância, pois para ele mulher serve para cuidar da casa e dos filhos e nada mais. Depois de 7 anos veio meu irmão do meio que recebeu o mesmo nome do meu pai e 3 anos depois meu irmão caçula. Eu sempre fui a primeira aluna da classe, mas meus pais acreditavam que eu não fazia mais que a minha obrigação e nunca eu recebia um elogio, mas quando minha nota vinha mais baixa era uma semana de críticas e castigo. Minha mãe sempre me comparou muito com as minhas primas e amigas, dizendo que elas eram melhores filhas que eu, mais bonitas que eu, mais inteligentes que eu, etc… e sempre me ensinou que não se deve elogiar uma pessoa porque ela pode ficar convencida e que isso era muito feio. Eu cresci escutando críticas porque, segundo meus pais, isso faria com que eu quisesse melhorar e as comparações com outras pessoas também ajudariam a que eu fosse melhor. Meus irmãos sempre me chamavam de Magda (do programa Sai de Baixo que passava antigamente na televisão) cada vez que eu dava a minha opinião sobre algo. Quando me casei, minha mãe cozinhava e levava comida para a minha casa e queria que eu dissesse ao meu marido que tinha sido eu quem havia cozinhado, porque ela dizia que eu não sabia cozinhar e que um marido se segura sendo uma boa dona de casa.. Meus filhos nasceram e sempre ouvi que sou uma mãe desnaturada e que não gosto dos meus filhos porque sempre quis ensiná-los a andar com as próprias pernas, a ser independentes e eu trabalhava para sustentá-los, já que me separei quando meu filho mais novo tinha apenas um ano de idade. Na época da separação, minha mãe que não concordava com o fato de ter uma filha separada, me disse certo dia: "Cada um vem com uma missão nessa vida e a sua é realmente ser infeliz". Isso ficou muito marcado em mim até hoje e talvez por isso eu ainda não consegui (aos 50 anos) encontrar um homem que me ame como eu gostaria. Meu filho hoje tem quase 18 anos e até hoje minha mãe me liga à noite me dando bronca e me mandando colocar meu filho para dormir porque já é tarde para ele estar acordado, me manda comida porque acha que eu não devo fazer comida para ele e não adianta nada eu devolver ou não aceitar… ela manda do mesmo jeito e ainda faz chantagem dizendo que eu não quero cuidar do meu filho e que ela só quer ajudar.
    Bom, acho que é mais ou menos isso, mas agora com os cursos da Unidarma e convivendo com vcs eu estou melhorando muito. Já consigo dizer o que penso e sinto a eles com mais facilidade e parece ser que agora eles estão começando a me respeitar. Agora eu quero ser eu mesma e estou aprendendo a não permitir que ninguém mais diga o que tenho ou não que fazer. Eu mando na minha vida e nas minhas escolhas. É um trabalho muito difícil para mim… às vezes ainda me sinto um lixo, mas quando percebo, levanto a cabeça e trato de pensar nas minhas conquistas, nas minhas alegrias, em tudo o que já consegui com meu próprio esforço e com a minha alegria e carinho pelas pessoas que convivem comigo e que gostam de mim. Dessa forma eu consigo me levantar e me animar de novo. E agora, com o podcast de hoje, me identifiquei e resolvi escrever, pois acho que estou no caminho, estou aprendendo a respeitar a mim mesma e a descobrir quem realmente sou na minha essência.
    Quero muito te agradecer por tudo o que vc e a Pâmi tem feito por mim e nem sabem. Eu não escrevo muito porque não sou muito boa escrevendo. Falo melhor que escrevo, mas hoje me tocou e eu quis comentar com vc o que estou fazendo para melhorar e me ver mais bonita, mais inteligente, mais forte. Eu sou capaz de me fazer feliz e é isso o que eu estou fazendo agora. Lutando por mim mesma.
    Um beijo muito grande a vcs dois e uma vez mais, obrigada por tudo.
    Cristal

  2. Bom dia Chris!!
    Muito boa tua abordagem de hoje, como faço uma caminhada de autobusca desde meus 17 anos, agora já estou com 46, te confesso que teus áudios estão servindo de referência para ver o que já alcancei. E hoje olho pro passado e ele é só um passado. Eu o deixo exatamente onde deve ficar: No passado. Porque a maior dádiva é o que temos na nossa frente, e é chamado de PRESENTE. Ouvindo tuas colocações, "olho pra trás" e vejo que valeu a pena, cada DICA que coloquei em prática dos livros que li. Eu até diria que hoje na UNIDARMA tem tudo o que tive que "ralar" quase 30 anos pra encontrar. Além dos ensinamentos serem acessados em "conta gotas" nem sempre estavam completos, precisando buscar e muitas vezes nem saber onde buscar. Agora vc oferta essa generosa "bandeja" com tudo prontinho ali. É SÓ USAR… Pra quem ainda está pesnsando se vai ou não fazer a assinatura na UNIDARMA, eu deixo aqui um conselho: Vai ser o MAIOR investimento da tua vida!!!! Por 50 reais por mês vc vai estar "alimentando" a sua alma e ser muuuito feliz e isso não tem preço. Pra finalizar vou deixar uma frase que usei muito na minha trajetória de vida: "Não importa o que fizeram com você. Importa o que você faz com o que fizeram com você." Jean Paul Sartre
    Um grande beijo e muito obrigada por tudo Chris!!!

  3. Desculpe pelos erros de português
    ''Boa noite Chris.
    Primeiramente eu gostaria de agradeçer muito por ter encontrado você, ontem quando eu procurava videos de orientação vocacional, voce apareçeu nestas pesquisas.
    Ora obrigado por isto, estas palavras e mensagens que quando ouvi, percebi muitas coisas, certas é lógicas, e percebi muitas coisas incorretas e como deve ser feitas e melhoradas, como uso da agenda, o Dar e o Receber, e entre muitas outras coisas.
    Chris hoje mesmo me levantei e dei um bom dia muito melhor para minha mae(Janete) e dentre nossa conversa falei de minha descoberta, transmiti tudo de legal que levei comigo, que aprendi neste curto espaço, e ja lhe mostrei o site que a mesma gostou e se interessou, também, hoje sai com uma garota (Carolline) que estou conheçendo e etc, e falei desta descoberta e contei – lhe tudo de bom que ouvi, e hoje também lhe enviei o site, mas o ponto é que deviamos compartilhar esta mensagem com todos que amamos e gostamos, então Chris obrigado por estes conselhos que são de grande valor !''

  4. Olá, Chris, tudo bem? Mais e mais bênçãos de Deus na s/vida. Amei a história de "Buda e o assassino" (Osho). Realmente, não há bravura na destruição, na miséria, na dor, no alimentar o sofrimento, na pobreza, nas coisas negativas em geral. Há glória e heroísmo no esforço persistente e na vitória. É isso que você tem feito ao nos estimular a continuar crescendo a cada dia. Parabéns pelo seu trabalho e de toda a sua equipe. Sucesso e Felicidade a todos.

  5. Boa Tarde!Chris
    Conheci você atravez do youtube, entrei por acaso olhar sei lá o que e nem porque, acho que Deus me conduziu até lá.
    Sabe hoje escutei de você um pouquinho do precisava escultar.
    Tenho sentido dores pelo corpo como pescoço,ombros, pernas e dores de cabeça.
    O desânimo,nervosismo e a infelicidade tem tomado conta da minha vida.
    Até no trabalho que amo o que faço não tenho vontade mais, nem bem chego tenho vontade de voltar para casa, chego em casa tenho vontade voltar e ficar andando por ai sem rumo.
    E apartir de hoje vou me livrar do passado, eu vou ser o que eu quero ser.
    Obrigada por me acordar para vida!
    Sou de São Paulo Capital como faço para participar das palestras e cursos?
    Simone

  6. Olá Simone, obrigado por partilhar.
    A jornada de transformação é feita dia-após-dia. Continue buscando, estudando e se empenhando no seu autoconhecimento. Para participar de meus cursos e palestras, acesse: http://unidarma.org/chrisallmeida
    Um grande abraço! Sucesso e Felicidade Para Você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *