Como curar a dor da saudade no Natal

Enfim é tempo de Natal. Algumas pessoas não gostam muito desta data. Isto é compreensível visto que trata-se de um período de recordações e – consequentemente – da lembranças dos entes queridos que já partiram. Aliás, acabo de receber um email de uma colega que diz odiar o Natal. Ela explica: “sempre passava este período com os seus pais, mas o meu pai faleceu em 2008 e, desde então, esta data se tornou triste e nostálgica, tanto para mim quanto para a mãe”.
Hoje eu quero ensinar algo que nem todo mundo estará preparado para fazer. Mas que pode lavar a sua alma e permitir que você tenha um Natal abençoado. É um exercício relativamente simples, mas vai exigir disposição em fazê-lo. Seria muito bom que este exercício fosse realizado antes que o período das festas tenha se consumado.
Consiste no seguinte:
1) Reserve um tempo (2 ou 3 horas) para se isolar em algum lugar um pouco distante (pode ser uma praça, um bosque ou algum outro canto que isolado) e feche seus olhos. Se de todo não tiver condições de ir para lugar algum, isole-se em seu próprio quarto.
2) Mentalmente, enquanto se dirige para este lugar, mentalize que está realmente indo se encontrar com este ente querido que já partiu (no caso da amiga que escreveu, o pai dela).
3) Então, ao chegar neste seu local de retiro, sente-se e feche seus olhos por um instante. Procure sentir o amor que tem por esta pessoa e busque dentro de seu coração estabelecer uma conexão espiritual com ela. Cada pessoa, com suas próprias crenças, fará isto de forma diferente. Não há problema algum nisso. Faça do seu jeito.
4) E neste momento em que está espiritualmente conectado com esta pessoa, procure expressar por ela sentimentos elevados como gratidão, perdão e amor. Chore se precisar chorar, ria se sentir vontade de rir. Procure estar em paz com a energia e com a memória desta pessoa. Converse com ela com a certeza de que, de alguma forma, esta mensagem está sendo transmitida.  Ao final desta conexão, deseje a ela um bom Natal e reafirme que, onde quer que ela esteja, você continuará a amando e a admirando por tudo aquilo que ela representou para ti.
5) E, então, enxugue suas lágrimas, levante-se e volte para casa. Volte com o espírito renovado. Sem se fazer de vítima, sem ficar mais se lamentando pelos cantos e sem ter peso na consciência. E procure a partir dai, ficar bem com as pessoas que fazem parte de seu convívio atual. Celebre, comemore e tenha um bom Natal com seus amigos ou familiares.
Por mais difícil que este exercício possa parecer, ele pode curar o seu coração e devolver para ti a possibilidade de prosseguir sua jornada com equilíbrio e felicidade.
Sinceramente, espero que faça bom proveito deste ensinamento. Se julgar oportuno, deixe nos comentários abaixo o seu depoimento.
Além disso, talvez seja o caso de partilhar esta postagem com outras pessoas que você ama pois muitas podem se beneficiar. Basta clicar nos botões das redes sociais, logo abaixo do título.
Sucesso e Felicidade Para Você!