O único queijo grátis está na ratoeira

Você realmente acredita que está levando vantagem quando consegue algo de graça? Talvez esteja na hora de rever seus conceitos…

O único queijo grátis está na ratoeira!
Interessante este ditado, não é mesmo?

Mas é a mais pura verdade. Ao longo de minha carreira, descobri que a força mais poderosa para geração de prosperidade na nossa vida chama-se: troca.

Isto mesmo. Você quer alguma coisa? Ofereça algo em troca. Simples assim.
Conheço várias pessoas que vivem buscando coisas “de graça”. Assistir vídeos piratas “de graça”, Baixar músicas “de graça”, conseguir uma cópia fria de algum livro-digital “de graça”.

Obviamente, estou aqui me referindo às relações comerciais humanas (e não aos dons naturais que Deus nos deu).

Veja só. Não há mal nenhum em você obter uma ou outra coisa de graça. Mas deve estar ciente do seguinte:

1) Quando alguém te oferece algo de graça, pode não estar cobrando agora, mas em breve ele pedirá algo em troca.

2) O preço psicológico que você paga para ter algum favor “de graça” sai muito mais caro do que se você tirasse dinheiro do bolso e oferecesse uma compensação financeira por aquele serviço.

3) Normalmente, aquilo que é de graça não tem garantia (e você nem tem o direito de reclamar – pois é de graça!)

Mas o pior de tudo é este último ponto:

4) Se você vive continuamente só buscando “coisas de graça”, está estimulando a consciência da escassez na sua vida.

A mensagem subconsciente gerada por este último ponto é a seguinte:
“Se acredito que só posso ter uma coisa se ela for de graça, também reforçarei a ideia de que não tenho o suficiente para manter minhas necessidades pessoais”.

Cá entre nós, se esta programação mental ficar instalada em sua mente… meu amigo, as coisas ficarão cada vez mais complicadas para ti.

E já que estamos falando sobre prosperidade, é sempre bom lembrar que você não se tornará rico ganhando na loteria, recebendo uma herança ou descobrindo um poço de petróleo no fundo do seu quintal. Não que estas coisas não possam acontecer. Quem sabe! Mas não faça disso sua “brilhante estratégia para ficar rico”. Não conte com isso.

Para gerar riquezas na sua vida comece agora mesmo a oferecer algo de valor ao mundo. Quem tem a mente próspera sabe que este é o caminho. Crie e ofereça algo de valor. Não se preocupe com o ganhar. Sua atenção deve estar no oferecer aquilo que tem de melhor. Então, você será naturalmente retribuído (remunerado) por todo valor que está oferecendo.

Dica:
Pessoas com a mentalidade próspera não dão muita atenção para coisas de graça. Elas sentem-se felizes em pagar o preço daquilo que recebem.

Sucesso e Felicidade Para Você!
CHRIS ALLMEIDA

TAGS:


25 respostas para “O único queijo grátis está na ratoeira”

  1. Fátima Feire disse:

    Bom dia,Sr. Chrisallmeida. Já faz um tempo que recebo os seus e-mail, gosto muito só que falta eu participar de uns dos seus curso e esse ano fiz uma jura que vou participar. E sobre as coisas de graça você tem razão sempre é incompleto mais mesmo assim é valido, chega a hora que cai a ficha e para as pessoas que gosta dos seu comentário acaba querendo fazer uns do seus cursos assim como eu. Obrigada por tudo e te desejo sucesso.

  2. Dorival disse:

    Muito bom artigo, esta coberto de razão, vou começar aplicar em minha vida

  3. Olá Cris tudo bem? Interessante seu artigo. O preço psicológico de obter coisas de graça, é muito caro.! Não sabia destas coisas, Tomarei mais cuidado daqui pra frente. Obrigado Cris de Almeida por compartilhar esse conhecimento. Meirinho.

  4. Flavio Pessi disse:

    Olá Chris,
    Em primeiro lugar parabéns pela mudança no layout do Blog. Quanto ao artigo.!!! Excelente, e nos alerta para a mudança de mentalidade próspera.
    Gosto muito desta oração de São Francisco.
    Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz! Onde houver ódio, que eu leve o amor.
    Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.Onde houver discórdia, que eu leve a união
    Onde houver dúvidas, que eu leve a fé. Onde houver erro, que eu leve a verdade.
    Onde houver desespero, que eu leve a esperança.Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
    Onde houver trevas, que eu leve a luz.
    Ó Mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado, compreender que ser compreendido, amar que ser amado. Pois é dando, que se recebe, é perdoando que se é perdoado e é morrendo que se vive para a vida eterna!
    Se colocarmos em prática a metade do que nos é proposto, com certeza viveremos num mundo prospero e feliz
    Abraços e Muito sucesso
    Flavio Pessi

  5. Luciano Lima disse:

    Excelente postagem!!! Acho que em nossa relação de trabalho na Unidarma ou outros projetos em comum quis deixar isso bem claro, pois concordo em gênero e grau e dê lá pra cá, minha mudança de postura só reforçou o que tu diz. Hoje entendo melhor isso, graças as repetições, graças ás aulas da Unidarma que me fizeram enxergar isso. Parabéns pelo artigo!

  6. Deise disse:

    Não tinha pensado ainda que a busca pelas “coisas de graça”, estimula a consciência da escassez. É bom refletir sobre isso.

  7. maria vieira disse:

    Oi Chris Allmeida gostei do seu artigo e concordo plenamente contigo, nada é dado de graça algum dia de alguma forma você terá que devolver o que lhe foi dado, não existe coisa melhor do que você poder pagar pelas coisas que lhe agradam e lhe agregam valor.
    Obrigada pelas palavras de incentivo.
    Abraços.
    Maria Vieira.

  8. Marlene Urquisa disse:

    Olá, Chris, tudo bem?
    Sábias palavras. Particularmente não gosto de coisas grátis, um brinde, uma cortesia são bem vindos. As coisas que pago tem um sabor especial porque representam uma conquista pessoal, sempre penso: trabalhei e consegui adquirir o que tanto queria.
    Um abraço,

  9. LUIS CARLOS disse:

    Muito bom, sou novo assinante da Unidarma, e tenho gostado muito dos assuntos.
    Quanto ao assunto de hoje, é uma realidade, pois as pessoas só querem levar vantagem, se perceber que estão na realidade ficando refem de alguém ou de alguma armadilha.
    Luis Carlos

  10. Marilia Costa disse:

    Chris, parabens pelo maravilhoso novo layout. Quanto aos posts: sempre muito valiosos. Grata pelos serviços prestados para nos. Abraco, Marilia Costa.

  11. Adorei o post, Chris Almeida. Nunca tinha pensado por esse ângulo e você está certíssimo quanto a isso. Realmente, quem oferece está sempre recebendo em troca.
    Parabéns!
    Grande abraço,
    Zilda Assis
    http://www.porquegenteeassim.blogspot.com.br

  12. Ernesto Rodrigues Estrella disse:

    Prezado Chris, boa tarde!
    Você foi muito feliz em colocar o ditado “O único queijo grátis…” e a figura da ratoeira com o ratinho pronto para pegar o queijo.
    Realmente, vários são os perigos que corremos ao procurarmos coisas grátis. Como diz outro ditado popular: “O barato sai caro”.
    Porém, o 4º “perigo”, a meu ver, é o pior, a ratoeira invisível, que leva o metido a esperto a ser presa da miséria.
    Belo Artigo!
    Ernesto Rodrigues Estrella
    P.S.: Aproveito para lhe dizer que os meus resultados, advindos do “Coaching da Virada”, estão muito acima do que eu supunha conseguir.
    Portanto, doravante serei fiel seguidor da UNIDARMA.
    Obrigado de coração!

  13. QUERIDO CHRISS ALMEIDA!
    CADA VEZ VOCÊ ESTÁ MELHOR E MAIS JOVEM!
    UM ABRAÇO CARINHOSO PARA VOCÊ CHRISS!
    JOSI

  14. O SEU SITE ESTÁ ÓTIMO!
    PARABÉNS : JOSI

  15. Maria Aparecida disse:

    Olá Chris.
    Concordo com tudo que você disse, ninguém mesmo lhe dá nada
    de graça, tudo é cobrado, e tem muita gente que usa seu e-mail
    para enviar cursos grátis, mas quando você entra no site, lá esta,
    o valor que é um absurdo, eu não compro, estou lutando sozinha
    para conquistar com meu próprio esforço, quem sabe chego lá.
    Obrigada pelo alerta.
    Maria Aparecida.

  16. everaldo disse:

    Olá Crhis Almeida boa tarde amigo, muito útil este seu artigo, inclusive diz a biblia que que dar uma presente na verdade rouba a alma de que o recebe.
    Creio quem dá alguma coisa, na pior das ipótise quer alguma coisa de valor igual.
    se você ganhar um presente de casamento, quando esta pessoas for casar, é impossivel você dar um presente inferior ao que recebeu, se fizer isto será criticado… por isso também não vejo com bons olhos quando alguem quer me dar alguma coisa de presente.
    abraços e vamos se falando… estar com você é sempre sinonimo de crescimento intelctual….

  17. Elian disse:

    O layout está muito bom, estilo clean, fácil de navegar e o texto está excelente! objetivo, verdadeiro. Seus textos e palestras têm feito diferença positiva em minha vida, É muito bom poder contar com você para poder manter uma estabilidade da mudança de hábitos, para conseguir a sonhada reprogramação mental. O ruivo está adorando o curso para escritor ! Abraços

  18. Luiz Gonzaga disse:

    Mano Chris,
    Parabéns! Pelo layout do Blog – clean, light… Gostoso de ver e ler!
    Parabéns pelo artigo…
    Fiquei imaginando aquela estória de… “De graça, até injeção na testa!
    Rsssss… Haja cultivo de e s c a s s e z!
    Nem sempre a voz do povo é a Voz de Deus…
    Até o que vem de graça tem que ser avaliado.
    Temos que saber “receber” tanto quanto saber “doar”…
    A sabedoria e o bom senso devem ser nossos Guias!
    Grato Chris pela Graça do artigo e do Blog!

  19. Lourdes disse:

    Olá Chris!
    Primeiro, parabéns pelo novo layout do blog. Ficou elegante e clean.
    Quanto ao artigo, veio a calhar, pois estava conversando sobre isso com um amigo que vive garimpando coisas gratuitas. Perde um tempo enorme em que poderia estar usando para algo mais produtivo. E o resultado é sempre o mesmo, reclamações de que seus produtos garimpados não são de qualidade. Além de cultivar a consciência de escassez fomenta uma frustração atrás da outra. Vou compartilhar com ele este artigo, quem sabe se mais e mais pessoas falando sobre seu engano, cai-lhe a ficha mais rapidamente.
    Abraços e sucesso sempre
    Lourdes.

  20. Kátia disse:

    Sim! Chris Allmeida! Coisas de graça são até boas de vez em quando, mas não pode ser o nosso padrão. Pagar o preço por alguma coisa com certeza é a melhor forma de adquirir algo, pois você não fica devendo favor para ninguém. A cada dia aprendo mais com você! Obrigada!

  21. Muito bom o artigo! Parabéns graça

  22. Olá Chris Allmeida
    Parabéns! Pelo layout do Blog
    O único queijo grátis está na ratoeira!
    Excelente artigo!
    Quanto ao grátis tenho duas leituras:
    1º o Grátis para dar a conhecer um novo produto.
    2º o Grátis grátis!
    No 1º caso é dar a conhecer um produto, um serviço. Despertar o interesse e o uma pessoa pode ganhar ao adquirir esse produto.
    2º Grátis Grátis quem o procura e faz hábito de vida o “Grátis” acaba por entrar numa prova de Maratona sem fim… sempre na busca de coisas Grátis!
    Nem tempo tem para analisar o que tem diante de si… por vezes são ferramentas muito interessantes e uteis! Mas como a sua mente está focada no Grátis, não dá O VALOR REAL ao que tem perantre si e a sua vida vira gratuita, sem foco, com muitos caminhos começados! Mas sem que nenhum caminho tenha conseguido levar a um destino final!
    A vida fica parada no GRÁTIS,
    Não havendo troca de energia(dinheiro por ex.) a roda da vida fica estagnada! Não tem força para rodar, para criar novos produtos!
    “Para gerar riquezas na sua vida comece agora mesmo a oferecer algo de valor ao mundo.”

  23. Olá Chris, agradeço por mais uma pérola de ensinamento proporcionado por Você, mas confesso que sou um grande consumidor de materiais grátis, justamente pelo que Você mesmo falou, a liberação de materiais gratuitos, é somente uma isca para futuras vendas, então faço uma espécie de jogo, aproveito tudo o que puder e não compro nada, ou muito pouco. Claro, que reconheço que não é uma prática muito correta, rsrsrs, mas como se diz, “guerra é guerra”. Por isto parabenizo Você, pois o que é cobrado na Unidarma, é irrisório pela contrapartida de conhecimentos que é proporcionado. Você é um exemplo de como deveria funcionar o nicho de ensinamentos pela internet. Vida longa, saúde, sucesso, muita Luz e muita Paz.

  24. Maria das Graças Teixeira disse:

    CHRIS, confesso que nunca vi as coisas por este lado. Gostei… Vivendo, lendo e aprendendo.
    Abração
    Graça

  25. Maria Socorro Santos disse:

    Olá , Chris, parabéns, gostei muito e refletindo sobre isso, lembrei de algumas pessoas que só querem levar vantagens, e que estão sempre atras de ago de “gratis” porque sempre estão aperreadas, sem grana. valeu o alerta e este ano vou assinar a UNIDARMA é uma meta na minha vida. abraços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *