Simplifique

Uma grande dificudade que percebo nas pessoas é a capacidade de simplificar. Relacionamentos com os filhos, com o cônjuge, atividades no trabalho, cuidados com a saúde e até mesmo sua vida financeira poderia ser bem melhor se você simplificasse as coisas. Veja alguns exemplos:
1) Filhos: Muitos pais já não se posicionam mais porque não querem “bater de frente” com os filhos. Mas os valores e a ética familiar (assim como o caráter) só existem quando os membros da família sabem quais são estes princípios. Isto não ocorre por adivinhação. Ao conversar com os filhos, seja firme em sua posição e deixe claro qual é o seu ponto de vista frente a assuntos delicados (ex: drogas, vida sexual, horários, etc). Chega de meias palavras. O filho tem o direito de discordar. Mas você tem o direito de expressar sua opinião, ainda que ele a considere retrógrada.
2) Casamento: Defina exatamente quais são os papéis (de marido e mulher) e o limites no relacionamento a dois. Não fique esperando que o outro “desconfie” de suas necessidades ou adivinhe o que você está pensando. Isto o coloca na posição de vítima. Se tem alguma coisa pendente, fale as claras quais são estas questões.
3) No trabalho: Se está insatisfeito com as condições oferecidas, não fique resmungando pelos cantos ou falando mal da direção pelos corredores da empresa. Agende uma reunião com seu superior e exponha com clareza o seu ponto de vista. Mostre para a outra parte como você pode contribuir melhor para o sucesso de todos.
4) Com o próprio corpo: Ficar lamentando-se por uma saúde débil não o torna mais forte. Decida ainda hoje iniciar um programa efetivo de cuidados pessoais. Programe-se para frequentar a academia ou estabeleça um programa regular de caminhadas. Jogue fora de sua despensa toda porcaria de produtos industrializados com seus derivados repletos de corantes, gorduras, açúcares e conservantes artificiais. Decida que sua alimentação será simples e saudável e não volte atrás.
5) Contas: Pare de ficar fugindo daqueles que deve. Quando você está financeiramente em apuros, as contas vão “se perdendo” pelas gavetas e cômodas da casa e você vive numa grande bagunça. Pare imediatamente com isto. Reoganize sua casa, coloque todas as “contas atrazadas” em uma pasta e as “contas à vencer”, em outra. Faça uma planilha disto tudo e decida que a partir de agora organizará sua vida financeira, custe o que custar. Pare de adiar. Busque ajuda num dos cursos de reoganização financeira da Unidarma e coloque em imediatamente em prática tudo aquilo que tiver aprendido. Simples assim.
Como disse, as coisas em nossa vida não precisam ser complicadas. O problema é que temos uma grande capacidade de problematizar e complicar tudo. Mas, acredite: Escolher o caminho mais simples tornará você uma pessoa mais bem resolvida em todos os sentidos.
Sucesso e Felicidade Para Você!
Assinatura Chris Allmeida Poder Pessoal e Autoconhecimento


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *