Síndrome do Ninho Vazio

Uma amiga escreveu nos comentários deste blog:
“Hola amigo me responde por emaio se posivel. Eu estou recebendo seus emaios estou gostando, e hoje vc falou uma coisa ke falou muito comigo, pois estou pasando por um determinado tempo da minha vida aonde eu nao tenho objetivo. Entao vivo um dia após o outro. Sei ke estou errada mais nao consigo sair dese marasmo. Meus objetivos era criar meus filhos, e hoje eles criados me sinto só. Tenho um casamento aonde eu sosinha carego o peso e sei ke estou apenas na metade da vida. Vc pode me ajudar?”
Querida amiga,
não que seja errado não ter objetivos. Pode ser que alguém consiga viver muito bem sem ter objetivo algum. Tudo depende do modo como encaramos a vida.
O que estou sempre reforçando é a ideia de que os objetivos de vida, quando bem estipulados, podem funcionar como uma poderosa motivação para vivermos melhor.
Olho para minha própria vida e constato isto na prática. Normalmente, quando dá 5 da manhã já estou me levantando e, diga-se de passagem, bastante animado. Eu atribuo isto ao fato de que tenho bem claro em minha mente aquilo que quero realizar, aquilo que quero conquistar. Tenho para mim uma visão muito clara de meus objetivos e sei o quanto isto é importante para me motivar todos os dias.
Você traçou o objetivo de criar os filhos. Agora eles já cresceram e não estão mais sob seus cuidados. É o fluxo natural da vida. Nossas crianças já não são mais crianças mas a alma se recusa a encara isto de frente. Isto acontece porque somos muito facilmente condicionados e em pouco tempo ações repetidas se transformam em hábitos. Quanto mais não acontecerá por atitudes que se repetiram por anos.
Porém, isto não deve ser uma desculpa para não mudar.
Estabeleça contigo o seguinte: o primeiro sentimento a ser cultivado a partir de agora é o da gratidão. Gratidão independente do resultado de sua educação para com eles (afinal, não os conheço pessoalmente). Você pode agora cultivar a gratidão pela oportunidade que teve de criá-los. Quer as coisas tenham ou não saído de acordo com seus planos (pois nem tudo sai como planejamos), você teve a oportunidade de passar por esta experiência. Então seja grata por isto.
Em seguida, deve se colocar disponível para novas possibilidades. Nós vivemos num mundo tão vasto, com tantas coisas ainda a serem transformadas e conquistadas, tantos lugares a serem explorados, tantos libros a serem lidos, tantas pessoas para abraçar. Então, você deve se dispor a fazer algo, ainda que não tenha claro exatamente o que seja: matricule-se num curso, inicie um trabalho voluntário, aprenda a tocar um instrumento musical, estude um novo idioma…
E o mais importante: não espere a vontade chegar para fazer estas coisas (pois eu garanto que a vontade não virá). A vontade é um produto da ação e isto não nos foi ensinado. Crescemos acreditando que “quando a vontade vier, eu começo”. E este é um grande engano. Comece. E a vontade virá em seguida.
Para ajudar, sugiro que, ao acordar pela manhã, esta seja a sua afirmação diária:
“Sou grata pela oportunidade que tive até hoje de me dedicar a antigos projetos. Porém, reconheço que este é um novo momento, uma nova fase, um novo começo. Estou aberta e receptiva para as novas possibilidades e os novos aprendizados que se apresentam hoje em minha vida.
Com alegria eu me coloco de pé para receber as agradáveis surpresas que a vida reserva para mim.
Muito obrigada. Muito obrigada. Muito obrigada.”
Enfim… é isto. Repita esta afirmação todas as manhã, durante os primeiros minutos de seu dia. Faça isto por 30 dias seguidos… memorize estas palavras…
Depois me conte o resultado.
Sucesso e Felicidade Para Você!


2 respostas para “Síndrome do Ninho Vazio”

  1. Leandro disse:

    Olá Chris
    Muito obrigado por esta mensagem inspiradora, que me motiva a viver uma nova faze em minha vida.
    Bem,sou mais um novo desempregado,mas muito longe de estar desesperado,pois acredito que estou para viver um grande momento na minha vida.Um momento repleto de grandes oportunidades estando aberto a novas aprendizagens para meu crescimento pessoal,profissional e tambem espiritual.
    Então agradeço por todos esses ultimos anos que me dediquei à empreza que me demitiu.Por todos os acertos e erros cometidos e tambem por tudo que aprendi e ensinei ao longo desses sete anos.Obrigado.Obrigado.Obrigado

  2. Olá Leandro,
    pelo que percebo você compreendeu o "espírito da coisa". A gratidão é a energia que abre novas portas em sua vida. Continue nesta vibração e oportunidades ainda melhores se apresentarão abundantemente em sua vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *