A ajuda existe. Mas…

“Por favor gostaria que se possível não publicassem meu nome. Vou ser direta, hoje ouvi você dizer que tudo tem solução, parece fácil quando é com os outros sabe Cris, mas quando o problema é da gente… Estou agoniada e cansada dos meus mesmos problemas e não sei o que fazer. Estou me sentindo desvalorizada pelo meu marido. Ele faz coisas que eu não gosto até que eu me irrite, daí fico nervosa, perco a postura e brigo e ele incia uma pirraça que não tem fim, vai dormir em outro quarto, posso deixar 1 semana, 1 mês que ele fica na dele. Quando solteiros eu o ajudei muito financeiramente e até depois de casados( a ele e a familia dele) hoje ele ganha bem, esta investindo em nossa casa mas tive um problema com minha mãe com cancer que precisava de um $ para a cirurgia meus irmão estavam sem recursos e pedi a ele, ele me respondeu que ajudaria com a minha parte, sei que ele tinha $ e era um empréstimo mas ele que acha que minha família é folgada não quis emprestar, daí fiquei muito decepcionada com ele. Outro problema é que ele sempre trabalhou com um escritório em casa quando fizemos nossa casa fiz questão de colocar um banheiro e uma pia no mesmo para que o funcionário que o ajuda tivesse seu espaço e ele a pouco tempo com sutileza sem que eu percebesse porque passo o dia inteiro trabalhando fora colocou o rapaz para almoçar em nossa casa. Fiquei muito chateada e exigi que ele revertesse a situação porque quero meu espaço livre porque eu é quem estava bancando daí ele se mostrou resistente e com pirraça disse que não fara nada a este respeito. Alem disso fico chateada porque ele valoriza mais o trabalho e o dinheiro do que estar com a família. O que eu faço por favor me ajude.”
Querida amiga anônima,
engana-se quando diz que “parece fácil quando é com os outros”… não pense que as coisas que digo são copiadas e coladas de algum livro de autoajuda. Tudo o que procuro transmitir em meus áudios e vídeos é fruto de uma vivência pessoal e também da observação de pessoas que se superaram ao longo destas 2 décadas que venho trabalhando exclusivamente com o desenvolvimento pessoal. E de uma coisa estou certo: Nada foi fácil, nem simples, nem rápido ao longo de minha jornada.
Quanto ao não saber o que fazer, sim, as soluções existem. O problema é que não temos a disciplina correta para modificar estes padrões.
Por exemplo: Você relata dificuldades financeiras. Aqui neste site eu venho o tempo todo falando do processo de criação e transformação de nossa realidade material a partir de nossas visualizações (sem contar nos cursos “A Mágica de Pensar Grande”, “Pense e Enriqueça”, “Leis Dinâmicas da Prosperidade”, dentre outros que estão disponíveis na Unidarma). O problema, sem dúvida é a falta de disciplina. Uma pessoa assistir um filme como o “The Secret” e acha lindo e maravilhoso. Naquela mesma noite, fecha os olhos e tenta visualizar algumas coisinhas “só para ver o que acontece”. Mas amanhã já é um outro dia e toda esta conversa já foi esquecida. O “The Secret” vai funcionar? Claro que não.
Depois te vejo com muita mágoa no coração. Acompanhada de arrependimentos, chateações e infelicidade. Lá na Unidarma temos os cursos “Superando Seus Pontos Fracos”, “O Efeito Sombra”, “Respostas Metafísicas”, dentre outros… todos eles tratando destas questões e oferecendo exercícios concretos para que você se liberte disto.
Por que estou falando de todas estas coisas. Apenas para que você se matricule na Unidarma? De forma alguma. Isto seria um tanto quanto ridículo de minha parte e não costumo brincar com os sentimentos das pessoas.
Estou falando estas coisas para que compreendas definitivamente que as respostas para nossas perguntas EXISTEM. O problema é que, na maioria das vezes as pessoas são preguiçosas em buscar as respostas para seus conflitos. E, quanto encontram, custam em colocar em prática as orientações que encontram. Consegue entender que digo?
Sugiro que você recomece do zero. Sente-se num lugar só e escreva num caderno o que exatamente QUER de sua vida. Na sua mensagem você disse o que NÃO QUER. Agora quero que concentre-se no que QUER. E uma vez que tenhas estabelecido isto, passe diariamente a fechar seus olhos e colocar-se mentalmente neste estado.
Mas não faça isto uma ou duas vezes. Faça isto diariamente, 365 dias por ano, ininterruptamente. Nada é mais forte do que o seu poder mental pois, neste estado de concentração os seus pensamentos estão conectados com a Mente Cósmica que tudo coordena.
Além disso, procure estar em contato com pessoas que enxergam a vida de uma forma mais elevada. Se julgar que a Unidarma pode ser útil, ótimo, seja bem-vinda. Se não, lembre-se de que existem outros tantos lugares onde você pode encontrar orientação e ajuda e sei que em algum deles irá se identificar.
Um grande abraço.
Sucesso e Felicidade Para Você!

Veja também:


Reprogramação Mental – Solucionando Problemas


9 respostas para “A ajuda existe. Mas…”

  1. Fabiano Mentor disse:

    Ola Chris tudo bem, Fantastico comentario clapclapclap voce sabe o que eeeee rsrsrs.
    Ainda se e possivel e me permite fazer uma colocacao depois que estiver fazendo isso sentar com muita calma em um lugar tranquilo e conversar para se chegar em um acordo ainda e bem benefico…
    Forte abraco
    Continue nesta caminhada Chris……
    Fabiano Mentor

  2. Olá Fabiano, obrigado pela dica! Grande abraço!

  3. giselda disse:

    Chris, excelente texto!
    Concordo, a gente visualiza as coisas por minutos e esquece o restante do dia…rsrs…eu estou começando a aprender,procurando manter o foco, mudando pensamentos, sendo mais alegre e dá sempre certo, focar no que queremos sempre! A vida nos dá as respostas, mas prá isso temos que ser sinceros e equilibrados, além de corajosos prá fazermos as perguntas…corretas! rsrs
    Obrigada pelos textos e áudios!
    Forte abraço.
    Abraços,

  4. Olá Chris, texto maravilhoso, totalmente educativo, ou seja, mostra tudo o que a nossa irmãzinha anônima não deveria fazer e principalmente a magnitude do conselho que você deu para ela, ou seja, devemos a todo o custo focar sempre apenas no "queremos" e não como é comum a quase todas as pessoas que "focam" apenas no que não querem, e atraem cada vez mais situações negativas. e você tem razão, na Unidarma tem "zilhões" de ferramentas para resolver esta e outras situações, eu sou prova viva. Muita Luz e muita Paz para nossa irmãzinha anônima.

  5. Saudações Chris!
    As vezes achamos que estamos certos e isso faz com que não vejamos nossos erros. Então começa a ser gerado um clima negativo dentro de nossos lares. Isso acaba nos destruindo aos poucos. Nunca devemos achar que somos donos da razão e sempre estamos certos.
    Em um conflito exite dois lados da história, nesse conflito ouvimos o lado da nossa amiga anônima, mas se também ouvíssemos o outro lado, poderíamos ver que ele apontaria inúmeros defeitos etc.
    Enfim, o problema é que as vezes a pessoa não quer dar o braço a torcer, então continua alimentando esse clima negativo que só traz tristeza e dor.
    Eu assisti um filme lançado esse ano, que tinha uma grande semelhança com essa história. Recomendo para todos. "Heróis" É um filme gospel que nos passa uma grande lição de vida.
    Chris, parabéns pelo seu trabalho!

  6. chris_allmeida disse:

    Olá Moisés, muito oportuna a sua colocação. E obrigado pela sugestão do filme, com certeza assistirei. Abraços

  7. Saudações Chris!
    Perdão pelo equivoco, o nome do filme é corajosos.

  8. Márcia Maciel disse:

    É realmente tudo parte dos nossos pensamentos… acredito na forma de pensar e não sermos coração amargo…mudar para ser feliz…

  9. simone belquis disse:

    Chris
    Estou em um processo (por enquanto) não muito diferente da amiga anônima e gostei de ler este texto, porque mais uma vez ele aponta para disciplina. Desde que entrei para Unidarma, a menos de 3 meses, já aprendi muito, estou melhorando um pouco a cada dia, mas confesso que "arrumar a casa" é um desafio e tanto. É bom poder contar com pessoas que pensam "em outra dimensão", porque fica mais fácil acredita que é possível. E o fato de ouvir palavras de esperança e estímulo fazem toda a diferença. Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *